Incinerador de "lixo" é tema de debate em São Bernardo

Dan Moche Schneider, engenheiro especialista em Gestão ambiental, Mestre em Saúde Ambiental (USP) e Consultor de Resíduos Sólidos do Ministério do Meio Ambiente e Tarcísio Secoli, Secretário de Serviços Urbanos de São Bernardo debatem sobre a incineração de "lixo" em evento que contou com a presença de aproximadamente 800 pessoas no Salão Nobre da Universidade Metodista de São Paulo, no dia 03 de abril.

O evento organizado pelo Movimento Billings que Te Quero Viva, Universidade Metodista e Cátedra Gestão de Cidades foi mediado pelo presidente da OAB de São Bernardo do Campo Dr. Luiz Davanzo, e contou com a presença de catadores e catadoras de materiais recicláveis, estudantes universitários de Universidades da região, professores, autoridades do poder executivo e legislativo entre outras.

Lamentavelmente, em função de ter atingido a lotação máxima do Salão Nobre, mais de cento e vinte pessoas ficaram do lado de fora, entre elas, integrantes da Associação Refazendo, entidade de catadores e catadoras do município e moradores do entorno do local onde está previsto a instalação do incinerador. Representantes da Cátedra Gestão de Cidades e do Movimento Billings que Te Quero Viva pediram desculpas pelo ocorrido e salientaram que a divulgação ocorreu pela internet também por entidades que apoiaram o evento o que gerou essa situação de descontrole. A forte chuva que ocorreu minutos antes do evento provocando congestionamentos na cidade, fez com que muitos não conseguissem chegar ao local, o que teria agravado substancialmente o problema, como foi o caso de Jutta Gutberlet, professora da Universidade de Victoria, no Canadá, uma das maiores autoridades em resíduos sólidos do continente americano, que chegou após o fechamento do portão.

O Secretário Tarcísio Secoli considerou de fundamental importância a realização deste debate para promover reflexões e formação de opinião a partir de "pontos de vistas divergentes" conforme a intenção do evento.

O especialista em Gestão Ambiental Dan Moche Schneider também ressaltou a relevância do debate e salientou que o modelo de gestão de resíduos sólidos apresentado pelo município, que leva em consideração a incineração como centro do processo não é a melhor forma sob o ponto de vista ambiental, social, econômico e político. O evento contou com a apresentação de um vídeo intitulado "Resíduos Sólidos: Diagnósticos e Soluções", que teve por objetivo contextualizar o tema no município para contribuir com as reflexões do debate.

Assista o vídeo do debate, clicando aqui.



ÚLTIMAS NOTÍCIAS INCINERAÇÃO

Incinerador de lixo é tema de debate em São Bernardo (03 de abril de 2013)
Estudo comprova! Rota da reciclagem é muito melhor e mais aconselhável que a incineração (12/2013)
Catadoras entram com ação contra a instalação da incineradora em São Bernardo (21/07/2012)
Promotores públicos se unem contra a incineração de lixo em todo o país (17/04/2013)
Promotores de Maringá recomendam que o órgão de licenciamento ambiental estadual não autorizem instalação de incineradoras no Paraná (2012)

Cooperativa Central de Catadores e Catadoras de Material Reciclável do Grande ABC - COOPCENT ABC
Rua Caracas, 120 - DIADEMA - SP - CEP: 09921-090 Tel: (11) 4054-2263 - CNPJ: 10.203.963/0001- 46